VICE – PRESIDENTE DO ICAP E DIRETOR DA AMISTUR CUBA S.A PARTICIPAM DA XXI CONVENÇÃO NACIONAL DE SOLIDARIEDADE A CUBA, EM FOZ DO IGUAÇU.

ACJM/RS, em 19 de junho de 2013.

Por Vânia Barbosa – MTB 8927 

Foto: Bruna Andrade e Alexandre Haubrich, Jornalismo B

Nos últimos dias 13, 14 e 15 de junho ocorreu, em Foz do Iguaçu, a XXI Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba, com a participação de entidades de solidariedade de todo o Brasil, de partidos políticos e movimentos sindicais, culturais e sociais.

Também participaram representantes de El Salvador e da Venezuela, incluindo Horacio Pinto, coordenador do VII Encontro Continental de Solidariedade a Cuba, que acontece em Caracas entre os próximos dias 24 a 27 de julho.

Além do Embaixador de Cuba no Brasil, Carlos Zamora Rodríguez, o Conselheiro Político da Embaixada, Rafael Hidalgo e a Cônsul Geral de Cuba, Ivette Martinez, uma forte delegação cubana dividiu o espaço com os brasileiros para abordar temas relacionados com a Campanha pela Libertação dos Cinco Antiterroristas Cubanos Presos nos Estados Unidos; O Combate ao Terrorismo Internacional contra Cuba; A Luta contra o Bloqueio Econômico e Financeiro a Cuba e a Organização das Brigadas Internacionais para Cuba.

O Vice-Presidente do Instituto Cubano de Amizade com os Povos – ICAP, Elio Gámez Neyra e o Diretor da Amistur Cuba S.A, agência cubana de turismo sócio/político, Jorge Abigantud Raez, concederam entrevista à Associação Cultural José Martí/RS para explicar como as duas instituições se relacionam no sentido de viabilizar e organizar a ida de milhares de estrangeiros para Cuba, não só com interesse turístico, mas fundamentalmente para conhecer de perto a realidade da ilha caribenha a partir da vitoriosa Revolução Cubana, em 1959.

Foto: Bruna Andrade e Alexandre Haubrich, Jornalismo B

Elio Gámez Neyra, ICAP.

Segundo Elio Gámez Neyra, o ICAP é uma instituição que tem o privilégio de canalizar a solidariedade entre os países do mundo, e neste momento conta com 2112 organizações de amizade em 152 países. “Um movimento crescente do qual nos sentimos orgulhosos”, afirma.

Faz parte do Instituto o Acampamento Internacional Julio Antonio Mella onde são recebidos brigadistas de todos os países, pessoas que não querem viajar apenas como turistas, mas principalmente ver a Ilha com mais profundidade e prestar trabalho voluntário em apoio ao povo cubano.

“Ao mesmo tempo há pessoas que não querem conhecer o País apenas como brigadistas, então oferecemos a opção de formar grupos por meio da AMISTUR, que também compõe a estrutura do ICAP”, ressalta o Vice-Presidente. Elio Gámez explica, ainda, que a agência prepara programas de interesse dos grupos especializados possibilitando, assim, o conhecimento específico sobre qualquer organização social cubana.

Maiores informações no site: http://www.icap.cu

As Brigadas Internacionais de solidariedade com Cuba.

Coordenadas pelo Instituto Cubano de Amizade entre os Povos – ICAP, criado em 30 de dezembro de 1960, as Brigadas de Solidariedade e Trabalho Voluntário visam a promover a visão internacionalista de solidariedade e possibilitar um encontro de diversas culturas para reflexão e debates sobre a realidade nacional e internacional, além do intercâmbio de experiências entre grupos representativos dos setores populares e progressistas de todo o mundo.

Atualmente ocorrem as Brigadas de 1º de Maio (internacional); Che Guevara (Canadá); José Martí (europeia); Pablo de La Tómente Brau (Europa Oriental); Juan Ruis Rivera (Porto Rico); Brigada Venceremos (Estados Unidos); Brigada Latino – Americana e Caribenha de Trabalho Voluntário; Cruz del Sul (Austrália).Além disso já foram realizadas a Brigada de Luta contra o Terrorismo Midiático e a Brigada Pelos Caminhos de Che. Nos países, e em cada estado, as brigadas são organizadas pelas entidades de solidariedade com Cuba, a partir de uma convocatória encaminhada pelo ICAP estabelecendo datas, tempo de estadia e programação.

Desde a criação do ICAP milhares de pessoas foram recebidas e tiveram a oportunidade de conhecer de perto as transformações sociais, econômicas, politicas e culturais que ocorrem em Cuba, apesar das políticas hostis dos sucessivos governos estadunidenses, como o bloqueio econômico imposto desde 1962.

Maiores informações no site www.josemarti.org.br, na categoria “Brigadas Cubanas”

A AMISTUR CUBA S.A

A AMISTUR Cuba S.A é uma agência turística estatal que se diferencia das demais por privilegiar as viagens a Ilha por meio de programas que possibilitem o encontro com os diversos setores da sociedade cubana para o conhecimento das atividades em áreas, entre outras, como educação, saúde pública, esporte e cultura.

Segundo o Diretor da AMISTUR, Jorge Abigantud Raez, o caráter sócio/político da agência, sob a coordenação do ICAP, visa a um tipo de turismo especializado para atender grupos que tenham interesse em receber informações detalhadas sobre a realidade cubana e os avanços que a grande imprensa tende a minimizar ou silenciar para encobrir os êxitos da Revolução Cubana”.

Foto: Bruna Andrade e Alexandre Haubrich, Jornalismo B

 Jorge Raez,AMISTUR.

Abigantud destaca que a AMISTUR contribui com o financiamento das atividades do ICAP e o fundo financeiro oriundo do turismo serve de aporte para a compra de medicamentos, a implementação de programas de saúde e às demais prioridades do país.

“Atualmente”, explica o diretor, “o desenvolvimento do turismo em Cuba é a fonte de ingresso mais importante que tem o país”, conclui.

Maiores informações no site http://www.amistur.cu

 

Júri da Consciência

Eventos

Publicações

FacebookTwitterLinkedinRSS Feed

Apoiadores

Desenvolvido por Eagle - Tecnologia e Design