CUBA PAUTA ATIVIDADES DE ESTUDANTES NA REGIÃO METROPOLITANA DO RS

ACJM/RS, em 22/11/2014

Além de conhecer a história revolucionária da Ilha caribenha, estudantes do Programa de Alfabetização de Jovens e Adultos - EJA, da Escola Podalírio Inácio Barcelos, na cidade de Alvorada (RS), homenagearam o poeta e herói cubano José Martí e aderiram à campanha para denunciar a farsa que envolve a prisão dos Cinco antiterroristas cubanos, presos nos Estados Unidos há 16 anos, e pedir a libertação de Gerardo, Antonio e Ramón, que ainda permanecem em cárceres daquele país.

      FOTO ACJM/RS

Por Vânia Barbosa

Com a presença de cinco dos 15 médicos cubanos que atuam no município, do prefeito Sergio Maciel Bertoldi, as secretárias municipais da Educação, Nair Ribeiro, da Saúde, Janete Conzati e Geral de Governo, Clair Gabana, alunos e ex-alunos, pais, professores e lideranças da Associação Cultural José Martí/RS ocorreu, na noite do último dia 18 de novembro, o evento Uma Noite Cubana, na Escola Podalírio Inácio Barcelos, em Alvorada, RS. A atividade foi organizada pela professora Ana Paula Severo de Cougo e a vice-diretora Silvia Regina da Silveira. Participaram, ainda, alunos convidados das Escolas Alice de Carvalho e Antônio de Godoy.

A autora do projeto denominado Viva Cuba Livre, professora de História e ex - brigadista em 2009, em Cuba, Ana Paula Cougo, iniciou o trabalho no mês de abril deste ano, com cerca de 240 alunos do EJA, do total de 1100 estudantes que freqüentam a escola. Os estudos e debates ficaram restritos à disciplina de história, mas posteriormente os estudantes avançaram em novas etapas de conhecimento interdisciplinar, envolvendo os estudos de Geografia, Português, Espanhol, Educação Artística, Educação Física, Matemática e Ciências, cujas atividades foram concluídas neste mês de novembro.

Foto ACJM/RS - Primeira a esquerda, professora Ana Paula com alunos declamando poesías de Martí

Recursos como áudios visuais, textos, entrevistas, biografias, livros, poesias, pesquisas na internet e jornais foram bastante explorados pelos alunos, explica Ana Paula. Também foram abordados conceitos como formas e sistemas de governo, imperialismo, colonialismo, tudo com a finalidade de levar os alunos a refletir sobre as diferenças que envolvem a vida das populações em países com sistema capitalista ou socialista.

A professora ressalta que procurou despertar a curiosidade dos estudantes sobre os avanços e benefícios da saúde e da educação cubanas, e orientou para que avaliassem informações, entre outras, sobre a organização social e política da Ilha, como a composição da Assembléia Nacional do Poder Popular, o sistema eleitoral cubano e políticas em direitos humanos.

Foto ACJM/RS - Cinco dos 15 médicos cubanos que trabalham em Alvorada

Ao longo dos meses os estudos consideraram a história do poeta e político José Martí, herói da guerra pela independência de Cuba contra o domínio espanhol. Também foi abordada a vitoriosa Revolução Cubana, comandada por Fidel Castro e que derrubou a ditadura de Fulgêncio Batista, terminando com a exploração imperialista na Ilha. Os estudantes tiveram informações sobre o criminoso bloqueio econômico e comercial, imposto em 1962, pelo então presidente estadunidense John F. Kennedy, para desestabilizar os avanços do governo revolucionário de Cuba, e sobre a injusta prisão política dos Cinco Antiterroristas nos Estados Unidos, em 1998, quando buscavam evitar novos e fatais ataques ao povo cubano.

Foto ACJM/RS - Alunos declamam poesias de Marti

Nas disciplinas de Português e Espanhol ministradas, respectivamente, pelas professoras Fúvia R. C. Damaceno e Ana Cristina da Silva, os alunos receberam poemas de José Martí, para que fossem traduzidos e interpretados. E ao trabalhar a estrutura e os elementos dos textos, veio a idéia da criação de um novo poema com base nos temas estudados. Os professores Vilson Teburke e Gilberto da Silva, de Geografia e Matemática, através da observação de mapas ampliados trabalharam com os alunos a América Central, e para dar destaque a Cuba elaboraram um novo mapa reticulado. Com a orientação da professora de Educação Artística Ninfha Tauber criaram xilogravura nas poesias de Cordel e moduração de fotos de Fidel Castro, Che Guevara, Camilo Cienfuegos, Célia Sanches, entre outros revolucionários cubanos. Nas disciplinas de Educação Física e Ciências, os professores Fernando Matos e Marco Verdade trabalharam os esportes praticados em Cuba, relacionados com a importância de cuidados com o corpo e a saúde.

Na penúltima fase do projeto, os estudantes tiveram acesso a documentos sobre a história de Cuba e as atuais mudanças políticas e sociais que vêm sendo implantadas na Ilha. Nesta fase também analisaram opiniões contrárias ao governo - como as da blogueira cubana Yoani Sánchez -, comparando-as com manifestações em defesa da Revolução, emitidas por jornalistas e escritores de Cuba e outros países.

Foto ACJM/RS - Painel com xilogravura nas poesias de Cordel e moduração de fotos de Fidel Castro, Che Guevara, Camilo Cienfuegos, Célia Sanches, entre outros revolucionários  cubanos.

Finalmente o encerramento da primeira etapa dos trabalhos: o evento Uma Noite Cubana, onde os alunos demonstraram ao público o que aprenderam e criaram ao longo dos meses. Painéis e faixas homenageavam o povo cubano - representado pelos médicos presentes -, e as encenações, cantos, poesia e diálogo com o público garantiam o destaque aos homenageados da noite: José Marti e os Cinco antiterroristas Gerardo, René, Antonio, Ramón e Fernando.

Professores e alunos seguem elaborarando um documento ao presidente Barak Obama exigindo o fim do bloqueio a Cuba, e que deverá ser encaminhado à Casa Branca nos próximos dias. E aderiram à campanha pela libertação de Gerardo, Antonio e Ramón, comprometidos com o envio de um novo documento ao presidente estadunidense, no dia 5 de dezembro, acompanhando as manifestações que ocorrem em todo o mundo.

FOTO ACJM/RS

As conclusões do projeto Viva Cuba Livre serão documentadas através da produção de textos escritos pelos alunos, e a construção de um painel permanente na escola, onde os estudantes vão permanecer publicando notícias atualizadas sobre Cuba.

Apoiada pelos demais professores e alunos da sua da sua escola, a professora Ana Paula deseja implementar o projeto no município de Nova Santa Rita, e tornar o Viva Cuba Livre um referencial para adoção em outras escolas municipais e estaduais do Rio Grande do Sul, conforme está previsto no Relatório de Atividades do Comitê Estadual pela Libertação dos Cinco, entregue em Havana, no último mês de setembro, durante o X Colóquio pela Libertação dos Cinco e Contra o Terrorismo.

Veja mais fotos no link abaixo:

https://www.facebook.com/vania.mattosbarbosa/media_set?set=a.669411383171413.100003076720447&type=3

Júri da Consciência

Eventos

Publicações

FacebookTwitterLinkedinRSS Feed

Apoiadores

Desenvolvido por Eagle - Tecnologia e Design